Mapa coletivo de rotas ciclísticas em Manaus

3 de março de 2010

Pedala Manaus! Em defesa da bicicleta como meio de transporte

Vivemos em uma sociedade que cultivou o hábito de ver o automóvel como um símbolo de status, ignorando o papel do ciclista na mobilidade urbana. Porém, a utilização da bicicleta como meio de transporte envolve uma grande melhoria na qualidade de vida, reduzindo a poluição e emissão de ruídos, promovendo a inclusão social, minimizando custos de mobilidade, garantindo maior fluidez no trânsito, prezando pela saúde do meio ambiente e pelo bem-estar das pessoas. Segundo um estudo recente da NASA, veículos motorizados estão entre os maiores responsáveis pela emissão de gases associados às alterações climáticas em todo o planeta. Usar o carro em demasia pode ser tão ruim quanto destruir a floresta. Mas se pedalar traz tantos benefícios, por que então as pessoas não utilizam mais as bicicletas como meio de transporte?


A falta de segurança limita o uso da bicicleta em Manaus
Magrela, Camelo, Creusa, Terezona... cada pessoa tem um xodó especial pela sua bike. Mas é triste perceber que muitas bicicletas estão enferrujando na garagem pelo receio que se tem de sofrer um acidente nas vias repletas de carros, caminhões e ônibus. A verdade é que centenas de pessoas que residem em Manaus não pedalam mais porque não existe um planejamento viário mínimo que permita o deslocamento de ciclistas com segurança e conforto. Pior ainda, em muitas vias públicas não existem calçadas, nem mesmo em obras recentes, como no complexo viário Gilberto Mestrinho, forçando o pedestre a se expor a riscos desnecessários.

O Brasil é o terceiro produtor mundial de bicicletas, responsável por cerca de 5% da produção mundial, e tem a sexta frota do planeta, com 75 milhões de unidades. Manaus abriga no Distrito Industrial o Pólo de Duas Rodas que contribui diretamente com quatro grandes fábricas - Caloi, Sundown, Monark e Prince, produzindo milhões de novas bicicletas e peças todo ano. Isso acaba sendo um contra-senso, pois a cidade não possui infra-estrutura nenhuma que permita pedalar com segurança entre os principais bairros. E parece que a situação de Manaus é regra, não exceção. O Ministério das Cidades realizou uma pesquisa que abrangeu mais de 400 municípios sobre infra-estrutura para bicicletas no Brasil, chegando a aproximadamente 2.500 km de vias cicláveis. Ainda que essa seja uma subestimativa, é nítida a falta de investimentos na bicicleta como alternativa na matriz de transporte. A Holanda, por exemplo, tem cerca do dobro da área do estado de Sergipe, o menor estado do Brasil, mas tem mais de 18.000 km de infra-estrutura cicloviária em suas cidades!

Sabendo dos benefícios associados à bicicleta, nossa proposta é reverter essa situação, através da organização, planejamento de ações e mobilização dos usuários de bicicleta em Manaus. Dentro e fora do Brasil, o uso deste meio de transporte está sendo fomentado em cidades como São Paulo, Madri, Santiago do Chile, Pittsburgh e Lisboa, mas já está relativamente bem estabelecido em outras, como Barcelona, Copenhague, Rio de Janeiro, Amsterdam, Paris, Bogotá, Munique e Hamburgo. Sem exceção, o uso popular da bicicleta está associado a diversos benefícios sociais e ambientais, oferecendo um mercado de produtos e serviços ainda pouco explorado no Brasil. Reconhecida como o transporte ecologicamente mais sustentável do planeta pela Organização das Nações Unidas (ONU), pela Conferência das Nações Unidas para o Ambiente e Desenvolvimento (ECO-92) e pela Agenda 21, a bicicleta oferece uma alternativa democrática, barata e eficiente para a mobilidade urbana em todo o planeta.

No âmbito nacional, historicamente poucos recursos foram investidos em infra-estrutura para a bicicleta nas cidades brasileiras. Contudo, o panorama atual reflete uma melhora em potencial nos sistemas de transporte urbano através do uso da bicicleta. Já em 1976, a Empresa Brasileira de Planejamento de Transportes (GEIPOT) compilou o conhecimento de algumas iniciativas em curso no manual Planejamento Cicloviário – Uma Política para as Bicicletas. Na década de 80, muitas cidades realizaram planos diretores de transportes urbanos que incluíam estudos e projetos voltados à melhoria das condições de circulação e segurança de ciclistas. Antes de ser extinto, o GEIPOT consolidou a publicação Planejamento Cicloviário – Diagnóstico Nacional e Manual de Planejamento Cicloviário sobre o uso, a infra-estrutura, os procedimentos e os resultados favoráveis à bicicleta em 60 municípios, assim como normas, regras e exemplos de técnicas para a construção de infra-estrutura em áreas urbanas. Em vigor desde 1998, o Código de Trânsito Brasileiro (Lei 9.503/1997) incluiu pela primeira vez regras de condução da bicicleta, regras para organização da sinalização voltada aos ciclistas, limitações aos veículos motorizados e outras normas de comportamento para o uso das vias públicas que visam favorecer o uso da bicicleta em todo o território brasileiro. Com planos de difundir a cultura da bicicleta no país, o governo federal lançou em 2004 o Caderno de Referência para elaboração de Plano de Mobilidade por Bicicleta nas Cidades, fornecendo subsídios importantes para desenvolver uma proposta de mobilidade urbana que priorize a circulação de ciclistas e a integração com o sistema de transporte. Assim, hoje o Brasil possui um programa específico para a bicicleta que tem o potencial de catalisar o desenvolvimento de projetos viários que contemplem o uso da bicicleta como meio de transporte.

A Copa de 2014 é a oportunidade de promover o uso da bicicleta
Considerando esse contexto, o cenário atual se apresenta como ideal para favorecer a conscientização da sociedade manauara sobre os direitos do ciclista, mas ganha ainda maior apelo se considerarmos a mobilização que a Copa de 2014 vai trazer ao país. Para o Brasil, é a oportunidade de modernizar suas cidades, captar investimentos e oferecer atrativos únicos que podem transformar o país em um dos mais importantes destinos turísticos do mundo. Manaus será a porta de entrada. Todos estarão de olhos bem abertos para ver a Amazônia, verdinha, imensa, repleta de vida e dona de uma diversidade cultural e étnica inigualáveis. Essa é uma grande responsabilidade e exige um comprometimento contínuo das três esferas do governo em atender as demandas da sociedade e atuar para modernizar a área urbana em benefício da qualidade de vida dos cidadãos e turistas que irão pousar em território Baré.

O movimento Pedala Manaus! surge então para atender a essa demanda coordenando ações que pretendem ajudar a promover a utilização da bicicleta como meio de transporte em Manaus. O movimento visa agregar todos os usuários em potencial, contando com a participação de ciclistas, universitários, estudantes, pesquisadores ligados à área ambiental e social, industriários, comerciantes, empresários, funcionários públicos e políticos. Os primeiros passos que estão sendo dados estão relacionados com a estruturação do blog Pedala Manaus! que deve favorecer a interação das pessoas e a organização de ações.

O documento básico que será utilizado como referência no desenvolvimento de nossas atividades será o Plano Diretor Urbano e Ambiental de Manaus, em que consta a implementação de ciclovias arborizadas ligando as unidades de conservação e áreas verdes. Adicionalmente, temos conhecimento do Projeto de Lei no. 303/2009 do vereador Wilton Lira, que envolve a implantação de ciclovias nas ruas de grande porte e avenidas de Manaus, mas que não inclui detalhamento da proposta. No meio acadêmico, a monografia de Tahisa Kuck fornece um projeto piloto sobre ciclovias em Manaus, cobrindo o trecho da Reserva Ducke ao centro da cidade, incluindo as APP's (Áreas de Preservação Permanentes) às margens do igarapé do Mindu no percurso, promovendo a conservação das matas ciliares.

Por ora, já contamos com o apoio da Federação de Ciclismo Amazonense e de membros do IDESAM (Instituto de Conservação e Desenvolvimento Sustentável do Amazonas) e do INPA (Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia). Esperamos ampliar nossa base de aliados porque a briga é boa e vale a pena. Então, mãos à obra! Segue abaixo um esboço da nossa proposta.


Propostas do Pedala Manaus!
  • reunir os usuários em potencial de um sistema cicloviário em Manaus
  • preparar um documento base e realizar uma petição online
  • organizar PEDALAÇOS temáticos para promover conscientização
  • realizar pesquisas básicas sobre o fluxo de bikes
  • realizar entrevistas para traçar o perfil dos usuários de bicicletas em Manaus
  • planejar um sistema cicloviário para Manaus com base nos resultados das pesquisas, contemplando infra-estrutura, medidas educacionais e integração com transporte coletivo
  • buscar apoio institucional, privado e político
  • promover campanhas com fins educativos sobre os direitos do ciclista
  • promover ações voltadas à ampliação do uso da bicicleta
  • exigir a implantação de uma malha cicloviária em Manaus
  • produzir cartilhas educativas para ciclistas e para motoristas
  • gerar um mapa de bolso para o ciclista urbano com rotas cicloviárias
  • divulgar ações na mídia, usando internet, jornais impressos, rádio e televisão
:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::


Posts pelo feed ou email
Faça parte do Pedala Manaus!

37 comentários:

Anônimo disse...

Parabens pela iniciativa!

Diogo disse...

ESPLÊNDIDA INICIATIVA !!!

Quando imaginava Manaus, pensava num lugar onde eu poderia ir trabalhar de bicicleta, passear na beira do rio Negro com a magrela...imaginava bosques, ciclovias, trilhas...doce ilusão.
Sou fã das bicicletas e considero o melhor meio de transporte possível dentro de uma cidade...
Estou temporariamente longe de Manaus, mas assim que voltar faço questão de ajudar esse movimento no que for possível.

Abraço e boa sorte a todos...

Ximbinha disse...

Parabéns pela iniciativa!

Confesso que há um tempo ando com uma puta vontade de comprar uma magrela e ainda não fiz por receio de andar em Manaus. Mas a iniciativa veio botar uma pilha!

Abraço,

Duka disse...

Moçada, esse movimento veio em boa hora!

Estou super dentro e ajudo no que for preciso.

Tenho utilizado a bike com frequencia e fico muito feliz de saber desse movimento! Ganharam mais um pras pedaladas!

E quando rolar umas trilhas no Tarumã ou Ponta Negra, nossa casa lá tá a disposição!!!

abs

Duka

kevincarvalho disse...

Opa, gostaria de dar meus parabéns pela iniciativa de voces. Também sou ciclista e também tive uma idéia semelhante a de voces...
gostaria de manter contato com voces, se fosse possivel me adicionarem no msn ; kevin_nascimento@hotmail.com
ou se quiserem entrar na comunidade : Ciclo Ativistas Manaus, sejam bem vindos e vamos nos unir pra mudar um pouco da nossa realidade precária. Um forte abraço pros irmãos.
Paz.

Saci disse...

Legal Kevin, é um prazer saber que tamo indo na direção certa... vamos reunir a galera toda pra fortalecer o movimento, brigando pela educação dos ciclistas e motoristas. Podemos organizar um pedal conjunto pra chamar a atenção das pessoas pros direitos do ciclista estabelecidos no Código de Trânsito Brasileiro, o que você acha? Quantas pessoas você consegue reunir?

Eduardo disse...

Ótima ideia, ótima iniciativa. Tenho vários amigos que tbm irão se interessar por isso. Acho mesmo que Manaus tá mais do que precisando, passando da hora de ter uma ciclovia. Vamos nessa!!!

Maria Carolina disse...

Preciso de um transito mais seguro, com motoristas coinscientes, alem de vias para ciclistas, seria perfeito!!

Tahisa Kuck disse...

Como já postado no blog, apesar de estar ciente dos incontáveis benefícios obtidos através da adoção deste meio de transporte é complicado sair de casa na incerteza de voltar em segurança... acho que só falta espaço físico para que se possa massificar essa prática. Ciclovias, por favor!!

Joel disse...

Adoro andar de bicicleta, mas quando cheguei em Manaus achei impossível devido ao trânsito. É conhecido o desrespeito das autoridades municipais com pedestres, ciclistas etc.

Parabéns pelo movimento e podem contar comigo!

kevincarvalho disse...

Opa Saci, posso reunir pelo menos uns 10 parceiros pra ir conosco nesse movimento, a idéia era essa mesmo, lutar por uma ciclovia e pelo respeito aos ciclistas.
se tiver como voce me adicionar no msn ou entrar na comunidade fica mais fácil pra mantermos contato.
comunidade : Ciclo Ativistas Manaus
Msn : kevin_nascimento@hotmail.com

moises disse...

Eu sou bastante pilhado para essas coisas! Andar de bike é tudo de bom! Podem contar comigo e mais uns amigos. Qualquer coisa entrem em contato por e-mail ou MSN.
MSN: moisesbtr@msn.com
E-mail: moisesreismaciel@gmail.com
Abraços!

Saci disse...

Legal Moises, vamo ficar em contato pra organizar um PEDALAÇO em breve pela cidade! Vamo junta essa moçada e mostrar que tem muita gente disposta a usar sua bike se houver condições adequadas pra pedalar!!! Tenta juntar mais gente ai pela sua área. Ficamos em contato... Abraço

kevincarvalho disse...

Hoje (04/03/10) vai ter acontecer um pequeno passeio pela cidade, quem tiver afim de participar é só comparecer la no estacionamento do PQ. dos Bilhares (const. nery) as 19:00 horas. Mais informaçõs na comunidade " Ciclismo em Manaus".
paz.

Thiago Cardoso disse...

Valeu Galera! GRande movimento!
Vamos divulgar as atividades do Pedala!
Coloquei no http://alternativandoagora.blogspot.com/2010/03/em-defesa-da-bicicleta-como-meio-de.html

Saulo disse...

O governo ja faz investimento no Prosamim, que visa melhorar a qualidade de vida e preservar nossa cidade... creio que ja seria a hora de procurar oferecer meios alternativos para uma melhoria geral que não iria gerar tanto gasto como construir viadutos e fazer alargamento das ruas para que comportem mais carros... Vejam o exemplo de paises europeus que nao tem mais para onde expandir, e acabam fazendo com que seus meios de transporte sejam bicicletas. Imagine 5.000 carros a menos nas ruas de manaus todos os dias, 5.000 pessoas a menos dentro dos onibus, 5.000 pessoas a menos nos hospitais por ter uma melhor qualidade de vida, isso levando em consideração um numero pqno de pessoas, agora multiplique isso por 10 e veja se não seria uma alternativa plausivel, para nossos governantes implementarem em nossa cidade...

André CANACÁ disse...

Venho de Fortaleza e morei em Curitiba durante 6 anos, onde faço parte da Bicicletada e apoio a Cicloexpedição das Américas, bem como a "Ciclopoieses". Ao chegar em MAO me deparei c o caos no trânsito, calçadas são raras, vias estreitas e mal planejadas, onde o pedestre sequer tem lugar p locomoção, nós ciclistas então... é hora de somar a situação onde temos MAO hj como um grande canteiro de obras e já imprimir nossa organização e força popular p a implementação de ciclovias e ciclofaixas, pela paz, por um novo modal, por um trânsito mais saudável.

Luiza disse...

Sempre gostei de usar bicicleta, mas infelizmente devido a falta de estrutura da cidade em relação as ciclovias eu preferi deixar de lado por um grande motivo: minha segurança. Espero que isso mude!

Gil Machado Jr disse...

Acredito que e muito mais eficaz e viável a criação de faixas de segurança para ciclista partindo do principio q as bikes sao veículos e portando tem q ser respeitado o seu espaço no transito e fazer cumprir a lei de transito com penas rigorosas para quem atropelar um ciclista dentro ou fora das faixa de segurança. Ciclovias no mundo ate podem funcionar mais em Manaus onde nao se tem calcadas vai virar local para pedestre. Obrigado pelo o espaço

KK AM disse...

QUANDO É QUE VAI ROLAR UMA PEDALADA COLETIVA? Aproveita-se a oportunidade para a troca de ideias etc...
Entremos em contato: carloskkce@hotmail.com
Abraço

moises disse...

Gente! Que tal criarmos um grupo de e-mail para que possamos ter contato direto e assim mais uma forma de divulgação de eventos, etc? Fica a dica aos moderadores...

Pedala disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Pedala disse...

Ótima ideia Moises. Criamos um grupo para facilitar nosso contato que não depende da participação direta de nenhum moderador para enviar as mensagens.

Quem tem interesse pode visitar o grupo no endereço:

http://groups.google.com.br/group/pedalamanaus?hl=pt-BR

Carlos Dias Jr disse...

… aeee moçada vms invadir a cidade. A idéia está cada vez mais consolidada, cada dia dobrando uma esquina e o número de adeptos. Abç

Joao Paulo T. Martins disse...

Acredito que bicicleta como meio de transporte é pra ser usada nos trajetos ordinários. Meu uso de bicicleta em situações fora da rotina sempre foi pequeno (balada, casa de alguém. Etc.).
Na nossa cidade isso tem um peso ainda maior, já que com o clima fica inviável não tomar um banho depois de chegar ao destino, pelo menos pra mim. Então, foco na locomoção para o trabalho (que acaba sendo a maior distancia total percorrida por semana pela maioria das pessoas).
Só que eu esbarro em problemas "internos". Não consigo convencer os responsáveis pelo prédio onde trabalho a me possibilitarem isso, um banho.
Esse é o ponto aonde eu gostaria de chegar. A revolução sempre se inicia na nossa casa. É realmente muito louvável a iniciativa de cobrar melhorias nas ruas e transito para possibilitar o uso da bicicleta como meio de transporte, mas precisamos também ter em mente que devemos arrumar a nossa casa. E essa é uma mudança cultural difícil. Precisa ser levada às corporações, instituições, etc. Nossas casas.
Desde que cheguei aqui parei de usar a bicicleta para ir ao trabalho. E isso não foi por medo de acidentes ou outras dificuldades relacionadas à urbanização da cidade ou cultura dos motoristas (eu simplesmente comprei um capacete), mas sim por não conseguir convencer as pessoas a me permitirem um simples banho no local de trabalho.
A revolução começa em casa. E logo em casa eu já comecei perdendo...
No fundo, acho que tudo é mudança cultural. Seja lá qual for o ponto de atuação, o verdadeiro foco são as pessoas e o que elas pensam sobre o assunto. Em casa ou na rua.

Andrei Helayel disse...

João Paulo tem um ponto importante e aproveito o gancho: a iniciativa é das melhores, mas o buraco é mais embaixo. A questão da educação é crucial e ainda há muito o que se desenvolver no Brasil e, mais ainda, na cultura do povo e dos governantes de Manaus. Morei em várias regiões do Brasil e me decepcionei com o comportamento e (falta de) educação do Manauara. A precariedade da infra-estrutura (ruas, calçadas, passarelas etc.) junto à falta de respeito mútuo da população gera uma situação difícil de se reverter. O trânsito é apenas um reflexo da educação do povo; talvez, o melhor reflexo! Entra-se num ciclo vicioso que deve ser rompido de alguma forma. Acredito que este é um primeiro passo, mas saibam que não será fácil! Os cicloativistas de São Paulo são fortes e numerosos e há anos vêm lutando por melhores condições. As conquistas surgem a cada dia, mas a custo de muito esforço. Ou seja, será uma batalha árdua e duradoura, mas vai valer a pena! Não podemos desistir!!! Abs

KEYCEARAÚJO disse...

Quero sugerir a todos uma pedalada no dia 27 de março, dia da HORA DO PLANETA, com intuito de conscientizar quanto ao uso dos recursos naturais, o WWF estará promovendo uma ação para que todos possam aderir, desligando as luzes por 60min. Então esta é uma boa hora para pedalarmos. Poderíamos pedalar todos, um grande grupo, com velas, lanternas, pelas ruas de Manaus.

kevincar disse...

Vamos lá gente, vamos confirmar essa pedalada que o nosso amigo Keyce propôs, vamos aproveitar esse momento pra consolidar o nosso grupo. Eu ja tô dentro.

Andrei Helayel disse...

Legal essa do dia 27! Tb tô dentro! Mas eu vou com um dínamo na bike... nada de lanternas e pilhas, nada de parafina das velas... vou usar a própria energia para gerar luz!!! Abs

Saulo disse...

Pessoal dei uma pesquisada... e vi que em SPO tem um projeto muito bom para cidade com o transito carregado...
A prefeitura criou faixa de ciclistas nas ruas da cidade que so funcionam aos domingos...isso ja seria um grande avanco em nossa cidade... se fosse levado a frente e aprovado...

KEYCEARAÚJO disse...

Concordo plenamente contigo Andrei Helayel. Seria bom se todos tivessem essas alternativas também. Qualquer sugestão é válida para todos.
Busquemos alternativas para essa pedalada/caminhada (para os que nao tem bike).

Renata disse...

Gente, muuuuuuuuuuuito obrigada por todas as informações postadas nesse blog,. Graças a muitas delas tive coragem de fazer um pedal no fim de semana passado pra paricatuba, e foi delicioso apesar do medo da estrada sem acostamento, nunca imaginei que fosse ser tão simples! E boto fé nesses meios de transporte alternativos. Esse fim de semana o plano é ir caminhando, quem quiser ir, só dar um alô!

:D

Sorrisos a todos, e mais uma vez muito obrigada pela dose de informação e coragem!

Anônimo disse...

Parabéns pela inciativa, foi apresentado na Camara municipal de Manaus um projeto de implantação de ciclovias porém foi barrado pelo atual prefeito e foi mandado uma indicação e não foi respondido.
estaremos juntos nesta lutar

veredor Ademar bandeira PT

kayo soares disse...

Ae Saci, preciso falar com vc, aqui é o Kayo Soares de Manaus, da uma olhada no meu blog => artepedal.blogspot.com <= estou naquela cicloviagem pelo Brasil... deixa um comentario no meu blog com seu e-mail que mando uma mensagem com os detalhes do que preciso !!! parabens pelas pedaladas... forte abrraço

Gredson disse...

bom dia
alguém poderia me orientar onde vende Bike aqui em manaus, preciso de mt boa?????

Fabiliano Rodrigues disse...

Pessoal.
Parabens pela iniciativa.
Fiquei muito surpreso quando soube do grupo pois vi uma grande oportunidade perdida quando da construção da avenida das torres. Acompanhei da minha varanda desde o comecinho aquela construção e via ali um belo projeto de ciclovia. como esta outras oportunidade, não tão recentes, mas que tiveram o mesmo resultado.
Faço votos que a semente semeada com esta iniciativa torne-se uma grande e frondosa arvore a frutificar com mais e mais adeptos da causa e que breve tenhamos concretizadas as propostas do movimento com muitas vias para nossas magrelas.
Saudações ciclísticas a todos.
Fabiliano Rodrigues.

júnior disse...

eai sasi,valeu mano pela oportunidade q vc nos dar toda terça-feira,de nos interagir-mos com a moçada do pedala manaus cada semana ta ficando melhor,e com toda certeza nós vamos conseguir nosso objetivo...eu sou um dos novatos,to comessando agora mais ja conto as horas de xegar outra terça-feira de novo só para participar com a turma,meu nome é júnior,sou o dono da única bike verde q tem na turma,lembra de mim mano.valeu mesmo...